Trair on-line

Sábado à noite, seu parceiro tem ido de novo para a balada com os amigos. Não é o primeiro "final de semana" que faz isso contigo, e você sabe perfeitamente que não vai ser o último. Você está um pouco cansada destas saidinhas e de ser deixada de lado, considerando que a maioria dos colegas com quem ele sai são solteiros. E além disso, ele sabe, e as garotas, queria dizer as piranhas que estão na balada e veem ele tomando uma bebida sozinho com certeza vão dar em cima dele. Têm todos os ingredientes para desconfiar dele, e a isso vamos acrescentar os problemas na cama que surgiram recentemente. O problema é que você não consegue pagar com a mesma moeda porque tuas amigas estão todas casadas ou comprometidas e não gostam mais de sair na balada, preferem pegar um cinema ou te encontrar a tarde para tomar um cafezinho.

Amantes fazendo sexo

Que chatice. Mas desta vez não vai deixar barato. Dentro de você acorda um velho hábito que você deixou de lado desde quando começou a namorar mais seriamente. Se lembra aquelas conversas até altas horas por Messenger com pessoas que você tinha anteriormente conhecido no IRC ou qualquer outro chat. Conversas que ficavam mais e mais quentes e acabavam com você se despindo na webcam, divertindo-se a excitar o cara, ver o tesão subir nele, se masturbar enquanto você se estimulava o clitóris, gozando também. Ou talvez acabavam num motel para um encontro de sexo casual, uma foda com um cara de quem você as vezes só conhecia o apelido no chat... Loucuras de juventude que agora não fazem mais ao teu caso... ou sim... O desejo cresce, você liga o laptop e procura "sexo casual" no Google. Encontra um site, uma comunidade que parece frequentada apenas por safadinhas à procura de aventuras extraconjugais, perfeito...

Amantes na cama

Se cadastra e em breve já está no chat. Aconteça o que deve acontecer, você não se põe limites. Você está um pouco cansada de tanta grosseria do seu namorado e esta é a sua noite. Conhece um cara que parece interessante, a conversa é boa e picante, você sente sua xoxota molhada, mas desta vez o sexo virtual não é suficiente, por acaso, ou é um sinal do destino, ele vive na mesma cidade. Trocam o número de telefone, a conversa continua no WhatApp, umas fotos picantes e em breve a história termina em um motel, com um pau duro entre suas coxas.